Textor e Mazzuco terão conversa com Luís Castro sobre momento do Botafogo

  • por
Rio – A dura derrota sofrida pelo Botafogo no Allianz Parque para o Palmeiras, por 4 a 0, balançou o clima nos bastidores do clube. Algumas falas do técnico Luís Castro após a partida, em entrevista coletiva, repercutiram mal na alta cúpula alvinegra, que terá uma reunião com o português para entender a real situação do elenco na temporada. 
De acordo com o site ‘FogãoNET’, John Textor, acionista majoritário do Botafogo, e André Mazzuco, diretor executivo, irão se reunir com o treinador após o mesmo citar questões de demissão caso o time siga vivendo tempos ruins no Campeonato Brasileiro. 
“Nada está posto em causa em termos daquilo que é nosso trabalho e do que devemos fazer. Agora, está em causa claramente em termos de resultado. E se os resultados não acontecerem, como não estão acontecendo, sei aquilo que me espera. Sei das minhas responsabilidades. Se você não ganhar, tem que sair e entrar outro em meu lugar. De forma muito frontal, não há nada escondido. O pior da vida é não sermos claros naquilo que fazemos todos os dias”, declarou Luís Castro após a partida contra o Palmeiras.
Tal fala teria surpreendido John Textor, que em nenhum momento cogitou a troca no comando do plantel. Assim, foi constatado que uma reunião é necessária para alinhas o projeto, que foi recém-montado e cheio de expectativas.
O Botafogo projeta uma janela de transferências robusta no meio do ano. Marçal, lateral-esquerdo, já esta acertado com o clube; Eran Zahavi, atacante israelense, se aproximou nos últimos dias e a situação é vista como ‘bem encaminhada’. Outros nomes, com Gabriel Pires, meia do Benfica, De La Cruz, meia do River Plate, Lucas Leiva, volante de saída Lazio, e Bruno Tabata, atacante do Sporting, são bem vistos pela direção, que pode investir.
A ideia do Alvinegro é contar com mais oito reforços para o segundo semestre. Há o entendimento de que o time atual é competitivo, mas a chegada de reforços pode alavancar as atuações e fazer com que a campanha final seja segura e, quem sabe, com vaga em alguma competição continental.
Sem vencer há quatro rodadas do Brasileirão e tendo despencado do G-4 para a 15ª colocação, com 12 pontos, o Botafogo vira a chave e foca no compromisso da próxima segunda-feira (13), contra o Avaí, às 19h, no Nilton Santos.
 

Alvinegro não vence há quatro rodadas e despencou na tabela do Campeonato Brasileiro

Deixe um comentário