Fábio lamenta expulsão de David Braz e a aponta como principal motivo da derrota do Fluminense

  • por
Rio – Após a derrota do Fluminense para o Atlético-GO por 2 a 0, no último sábado (11), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o goleiro Fábio pontuou um principal fator para o revés: a expulsão precoce de David Braz. O zagueiro foi penalizado com cartão vermelho aos 21 minutos do primeiro tempo e comprometeu o desempenho do Tricolor.
“A chance de conseguir a vitória seria muito maior se não tivesse a expulsão, seria um grande jogo, não tenho dúvidas disso. Infelizmente, prejudicou bastante, sofremos um gol, trouxe mais peso ainda para a partida que já seria difícil.”, disse.
Além disso, ao ser questionado sobre ter cometido uma possível falha no primeiro gol do Dragão, o arqueiro acredita que o lateral-esquerdo Jefferson acertou um chute de rara felicidade pegando um efeito que impossibilitou qualquer chance de defesa.
“A bola não passou por cima de mim, foi lateral. Estava posicionado fechando o lado direito, que é o posicionamento correto, mas ela pegou um efeito. Mérito do atleta que conseguiu bater, era uma bola difícil. Tanto que ele depois teve uma bola frontal, bem mais fácil, pegou mal e jogou lá na arquibancada.”, afirmou Fábio,  que emendou:
“São coisas do futebol, a gente tem que valorizar também os atletas que tem condição de finalizar como ele fez, assim como quando fazemos uma defesa. Tentei ao máximo, pulei nela, mas mérito dele. Continuar trabalhando e me dedicando para ajudar o Fluminense, isso é o mais importante. O objetivo é ganhar os títulos e aproveitar essa oportunidade de vestir a camisa do Fluminense.”, disse.
Por fim, o goleiro do Fluminense exaltou a torcida tricolor, que apoiou o time mesmo com o resultado negativo. Fábio reforçou que esse reconhecimento fortalece para o próximo jogo.
“A gente fica triste porque o torcedor veio num maior número, cantou em alguns momentos, principalmente no final. Isso fortalece para a próxima partida, mas independente das adversidades a gente tem que fazer sempre o melhor para honrar a camisa do Fluminense. Dedicação, correr, independente de estar com um ou dois jogadores a menos. A gente tentou de todas as formas superar as adversidades. No final da partida tivemos três boas chances, o Atlético-GO teve outra, mas a gente se doou muito para voltar correndo para defender e continuar atacando. Esse é o Fluminense que quer estar na ponta da tabela. Mesmo com a derrota, temos coisas positivas e isso vai nos fortalecer para buscar a vitória contra o América (na quarta-feira (15), às 21h30, no Estádio Raimundo Sampaio, em Minas Gerais).”, concluiu.

Tricolor perdeu para o Atlético-GO por 2 a 0 no último sábado

Deixe um comentário