Ídolo do Milan e do futebol italiano, Gattuso é anunciado como novo técnico do Valencia

  • por
Rio – Gennaro Gattuso, ex-volante campeão do mundo com a Itália, foi anunciado nesta quinta-feira como novo técnico do Valencia. Contratado para substituir Jose Bordalas, o italiano assinou por dois anos com o clube valenciano e voltará a comandar uma equipe após dois anos de seu último trabalho, realizado no Napoli.

“Eu conheci o Valencia respeitado. Uma equipe, uma torcida, todos conectados pelo coração. Para mim, o futebol é paixão, significa respeito pelo jogo e amor pela bola. Eu sei o que é temer o Valencia, vi grandes equipes caírem neste estádio. Valencianos, vamos viver esta temporada com paixão e desfrutaremos do DNA do Valencia”, afirmou o treinador de 44 anos em vídeo publicado pelo clube.

Após uma carreira vitoriosa como jogador, com dois títulos da Liga dos Campeões pelo Milan e uma Copa do Mundo conquistada pela Itália, Gattuso treinou o próprio time milanista, após experiências em Sion, Palermo, Creta e Pisa. Sem tanto sucesso em Milão, teve uma passagem melhor pelo Napoli, time pelo qual foi campeão da Copa da Itália, em 2020. Após deixar a equipe napolitana, chegou a ser anunciado como técnico da Fiorentina, em junho de 2021, mas se desentendeu com a diretoria e abandonou o cargo antes do primeiro jogo.

No Valencia, o ex-volante chega em um momento que não é dos melhores. O clube terminou o Campeonato Espanhol em nono lugar e vive uma crise interna, com cobranças da torcida sobre Peter Lim, dono do time. Cerca de uma semana atrás, o então presidente valenciano, Anil Murthy, foi destituídodo cargo após o vazamento de áudios nos quais falava sobre jogadores e a situação econômica vivida pela instituição.

Uma das falas que mais repercutiram negativamente foi o comentário feito por Murthy sobre o meio-campista Carlos Soler, apontado como alvo do Barcelona e do Atlético de Madrid. O dirigente disse que “mataria” Soler “com toda a imprensa” caso o jogador “saísse de graça do clube”. Como o contrato do meia termina em 2023, a diretoria espera negociá-lo na janela do meio do ano, para não perdê-lo sem lucrar nada em janeiro do ano que vem.

Treinador, de 44 anos, já dirigiu equipes do seu país

Deixe um comentário