Sequência negativa escancara realidade e Botafogo prioriza permanência na Série A

  • por
Rio – Após um começo positivo no Brasileiro, o Botafogo chegou a estar no G-4 da competição, porém, o Glorioso agora vive um momento complicado com três derrotas consecutivas. A proximidade com a zona de rebaixamento trouxe o clube carioca para a realidade e agora a equipe irá focar primeiramente na permanência da Série A como seu principal objetivo em 2022. 
“O projeto não vive de treinadores, mas sim de si próprio. É um caminho de construção para mantermos na Série A neste ano e ser campeões daqui a dois, três anos. Nunca vendi ilusões porque vim muito de baixo e não vai ser aqui que vou vender ilusões porque mídia, torcida ou direção quer”, afirmou o técnico Luis Castro.
A goleada sofrida contra o Palmeiras em São Paulo deixou a impressão de que muito precisa melhorar no clube carioca. Além disso, Luis Castro foi bastante sincero e afirmou que sua situação corre risco, caso ele não apresente resultados em breve.
“Hoje não conseguimos ganhar duelos, jogar para frente… o dia que a equipe não for digna, o primeiro a sair sou eu. Até hoje, no futebol mundial, não existe um time que tenha sido campeão da Série B para a A. As expectativas estão diretamente ligadas às frustrações. Temos que ter consciência do caminho do projeto do Botafogo”, disse.

Glorioso está a apenas um ponto da zona de rebaixamento

Deixe um comentário