Pular para o conteúdo

Árbitro morre após ser agredido por dar cartão vermelho

  • por
O árbitro José Arnoldo Amaya, de 63 anos, foi morto após ser agredido por um jogador que recebeu cartão vermelho durante uma partida de futebol amador no estádio de Toluca, na cidade de San Salvador, em El Salvador. Autor da agressão, Juan Lorenzana, que estava foragido, acabou preso nesta terça-feira.
O crime ocorreu após Amaya dar o segundo cartão amarelo e expulsar Juan Lorenzana, que deu um chute no peito do árbitro. Na sequência, desferiu vários golpes na vítima, que já estava no chão, deixando-a inconsciente. De acordo com as autoridades, ninguém tentou impedir o agressor.
Amaya foi encaminha ao hospital com uma hemorragia interna, de acordo com a imprensa de el Salvador. Ele morreu horas depois. Em nota, a Federação Salvadorenha de Futebol disse que “condena, lamenta e repudia a agressão física fatal ao árbitro José Arnoldo Amaya”.
O árbitro tinha mais de 30 anos de experiência e apitava em torneios coloniais, colegiados e Liga Amadora.

Responsável pelo crime estava foragido, mas foi preso pela polícia nesta terça-feira

Deixe um comentário

Generated by Feedzy