777 veta ex-Flamengo e mais um nome para substituir Zé Ricardo no Vasco

  • por
Se por um lado a 777 Partners, que assumirá a gestão da SAF do Vasco em breve, não ajudará financeiramente o clube na contratação de um treinador, por outro, a necessidade de ouvi-los sobre o substituto de Zé Ricardo vem travando as opções avaliadas pela diretoria para o cargo.
Segundo o LANCE! apurou com fontes ligadas à gestão Jorge Salgado, dois candidatos levados para a avaliação do scout da 777 acabaram barrados por não agradarem.

Indicação do coordenador técnico Eduardo Húngaro, com quem trabalhou no Botafogo, Maurício Souza foi um dos nomes de consenso entre a cúpula do futebol vascaíno, até pela sua trajetória como auxiliar e interino à frente do rival Flamengo entre 2018 e 2021, onde somou 12 vitórias e quatro empates em 20 partidas como treinador principal.

O problema é que a 777 não vê Souza como o nome ideal e teria vetado o início das conversas.

Situação semelhante a de Umberto Louzer, campeão da Série B em 2020 com a Chapecoense. Após ser contatado e confirmar o interesse em treinar o Vasco, o nome acabou barrado pela 777.

Segundo fontes ouvidas pelo L!, a ideia da futura acionista vascaína é ter um nome mais robusto, com opção de iniciar o projeto de longo prazo a ser implementado logo que assumir as rédeas. E os dois nomes não atenderiam as exigências do scout.

Dirigentes do time da Colina que não foram a Recife seguem em reuniões com a 777 para tratar do assunto. O plano continua o de anunciar o nome do novo comandante nesta quarta-feira (8).

“Não há negociação com qualquer treinador. Estamos alinhando perfil e modelo do treinador junto com a 777, considerando todos os processos delineados para o futebol desde o início do ano.
Assim que houver essa definição, escolheremos o nome em acordo com o orçamento planejado”, disse o gerente Carlos Brazil ao L!.

Profissionais não atenderiam expectativas de futura acionista

Deixe um comentário