Torcedores do Boca são presos por racismo e apologia ao nazismo em jogo do Corinthians

Read Time:1 Minute, 46 Second
São Paulo – Como vem sendo recorrente nas últimas partidas dos clubes brasileiros nas competições sul-americanas, na última terça-feira, novamente torcedores de equipe rivais foram flagrados em atos de racismo. Dois fãs do Boca Juniors foram detidos por gestos racistas, filmados por torcedores do Corinthians, além disso, outro torcedor argentino acabou preso por apologia ao nazismo.

Essa imagem do nazista torcedor do Boca tem que correr o mundo.

Tem que correr o mundo com o mundo sabendo que isso aconteceu na @Libertadores

Sabendo que o time do nazista já vinha de dois jogos na mesma competição com atos EXPLÍCITOS de racismo e não fizeram nada! pic.twitter.com/0W4wtN0n7b

— CORINTHIANS ANTIFACISTA (@antifacoringao) June 29, 2022

A dupla que cometeu crime de injúria racial terá que pagar uma fiança de R$ 20 mil que foi registrada pelo delegado César Saad, em São Paulo. A quantia é quase sete vezes maior a que desembolsada pelo torcedor do Boca, Leonardo Ponzo, no encontro entre Timão e Boca, no último dia 26 de abril, pela fase de grupos da Libertadores. Na ocasião, ele imitou um macaco.
O delegado César Saad tomou a decisão de aumentar o valor por conta da reincidência do ato envolvendo torcedores de equipes sul-americanas ante aos brasileiros nesta edição da Libertadores. A dupla será levada à sede do Departamento de Operações Estratégicas (Dope) e caso não pague a fiança em 24 horas serão levados a um juiz, que decidirá se eles continuarão presos ou responderão o processo em liberdade. Um dos detidos por racismo é argentino, mas vive no Brasil. Ele é morador de rua. O outro é residente na argentina.

O torcedor flagrado fazendo um sinal de saudação nazista inicialmente seria liberado, mas a polícia voltou atrás e decidiu autuá-lo em crime de apologia, que é inafiançável. Outros três torcedores foram levados ao posto do Jecrim (Juizado Especial Criminal), espécie de delegacia montada dentro do estádio, mas deverão ser soltos por ausência de provas substanciais. Eles não tiveram registros de imagem obtidos pela polícia. Um torcedor flagrado no vídeo filmado por corintianos não foi encontrado.

Casos aconteceram em nova partida da Libertadores

About Post Author

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

Previous post Portal turco afirma que Gabigol, do Flamengo, está de ‘malas prontas’ para o Fenerbahçe
Next post Flamengo entra na briga com o Botafogo pelo volante Gabriel Pires
Generated by Feedzy