Pular para o conteúdo

Sócios do Vasco decidirão no domingo se aprovam venda da SAF

  • por
O domingo pode ser histórico para o Vasco em um capítulo importante nos 124 anos do clube. Na Assembleia Geral Extraordinária (AGE), os sócios decidirão sobre a venda de 70% da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) para a 777 Partners. Em caso de aprovação, o grupo americano, que tem participações em clubes como Sevilla e Genoa, assumirá o comando do futebol já na segunda-feira, dando início a uma nova era no Cruz-Maltino.
Após um longo processo, com direito a ações na Justiça para tentar impedir a votação neste domingo, o Vasco enfim dá o último passo para sacramentar a venda da SAF por R$ 700 milhões. A 777 Partners, nos últimos meses, já tem participado e ajudado em decisões do futebol vascaíno, inclusive com um empréstimo de R$ 70 milhões que permitiu quitar as dívidas com jogadores e funcionários, além de investir em contratações, como a de Palacios. Se os sócios disserem sim para a venda, o grupo americano passará a dar as cartas sobre o departamento, sem a interferência de dirigentes amadores.
Após o parecer favorável do Conselho Deliberativo, 6.385 sócios do Vasco poderão votar para definir o futuro do clube na AGE. Serão necessários 50% mais um dos votos para a aprovação da venda à 777 Partners. Na votação para a criação da SAF, em 30 de abril, o sim ganhou com 77% dos 4.210 votos.
Assim como na outra AGE, a votação neste domingo será em regime híbrido, das 10h até as 22h. A presencial acontecerá na Sede do Calabouço, situada na Rua Jardel Jercolis, no Centro do Rio. Já quem quiser participar remotamente, receberá as informações de acesso por mensagem (SMS) e/ou por e-mail. O presidente da AGE, Otto Alves de Carvalho Júnior, reafirmou que haverá uma auditoria independente contratada para acompanhar o pleito “para garantir a segurança do ambiente eletrônico assim como a integridade de cada voto”.
Apesar dos esforços da atual diretoria pela aprovação da venda de 70% da SAF, considerada como salvação para as dívidas de mais de R$ 700 milhões, alguns conselheiros de oposição tentaram impedir a AGE na Justiça. Ao todo, foram 15 ações. Nesta semana, o Vasco teve duas vitórias em pedidos que invalidavam a reunião do Conselho Deliberativo que recomendou a venda da SAF.
Ainda há outras ações, como a da Comissão de Direitos do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio, que podem atrapalhar, mas o clube não considera que impedirão o acordo com a 777 Partners.

A partir de segunda, 70% das ações do futebol do clube podem ficar com a 777 Partners

Deixe um comentário

Generated by Feedzy