Governo do Rio notifica dupla Fla-Flu para liberar jogo do Vasco no Maracanã

Read Time:1 Minute, 57 Second
A Casa Civil do Governo do Rio notificou Maracanã, Flamengo e Fluminense para que a decisão de impedir o jogo do Vasco no estádio, contra o Sport, seja reconsiderada, sob pena de sanções previstas no contrato. A informação é do site ‘Ge’ e foi confirmada pela reportagem.
Após a recusa para mandar seu jogo no dia 3 de julho pela Série B, o Vasco se movimentou junto ao Governo do Estado para tentar a liberação e também entrou na Justiça. Na notificação, a Casa Civil alega que há “flagrante infração ao previsto no Termo de Referência e demais documentos” no Termo de Permissão de Uso do Complexo, que impede que sejam vetadas partidas de outros clubes do Rio no estádio de maneira injustificada.
O Consórcio que cuida do Maracanã, entretanto, mantém o argumento técnico de que mais uma partida prejudicaria o estado do gramado, que foi recentemente reformado, sob o custo de R$ 4 milhões, e já apresenta sinais de desgaste com os jogos da dupla Fla-Flu.
A cláusula 19ª do Termo de Permissão do Maracanã prevê sanções desde multas a até o cancelamento da permissão a Flamengo, que é o permissionário, e Fluminense, interviente anuente. O Rubro-Negro entrará na Justiça contra a decisão e pretende anexar documentos que comprovem a necessidade de não aumentar jogos no estádio e o histórico de danos em outros anos por causa do excesso de partidas.
Ação de vereadores no MP
Os vereadores do Rio Tarcísio Motta (PSOL) e Alexandre Isquierdo (União) também enviaram ofício ao Ministério Público do Rio para pedir apuração sobre a decisão do veto ao Vasco. O clube alega que a decisão é uma retaliação com a reclamação em relação ao aluguel cobrado (R$ 250 mil mais R$ 130 de despesas na operação do estádio) pelo Maracanã na partida contra o Cruzeiro.
“O Maracanã é público! Foi construído e reformado (várias vezes) com dinheiro público! Sua concessão não pode contrariar os interesses do conjunto dos cidadãos. A negativa do consórcio é sem fundamento, absurda e nos fez acionar o MP. O Maraca é de todas as torcidas”, escreveu Tarcísio no Twitter.
O vice de futebol do Flamengo e também vereador Marcos Braz (PL) respondeu à postagem do colega vascaíno: “Quando é para pagar despesas de manutenção, não é (público)”.

Vereadores também entram na polêmica e acionam o Ministério Público

About Post Author

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

Previous post Vice-presidente do Vasco comemora atitude do clube contra discriminação: ‘Fazer o certo, não o que é mais fácil’
Next post Gigante europeu intensifica conversas com meia-atacante da Seleção
Generated by Feedzy