Pular para o conteúdo

Comentarista indica como ‘covarde’ a postura do Botafogo contra o Fluminense

  • por
Rio – O comentarista Breiller Pires, da ‘ESPN’, foi duro nas críticas sobre a atuação do Botafogo no clássico do último domingo (26), vencido pelo Fluminense pelo placar de 1 a 0. Para o jornalista, no programa ‘ESPN F360’, o Alvinegro foi covarde ao se comportar de maneira defensiva em grande parte do confronto.
“Temos visto processo de mutação do Botafogo. No início era ideia parecida com a do Fernando Diniz, de controle e posse, se torna reativo e objetivo, consegue bons resultados contra São Paulo e Internacional. Até pelo entendimento de que é preciso equilibrar. Mas não pode chegar ao extremo de confundir mudança de estilo com jogo ultraconservador. Começa com proposta de jogar mais defensivo, eventualmente saindo, depois da metade do primeiro tempo não leva perigo. Estava marcando no tempo a hora de levar o gol”, disse.
“Entendo, ainda mais por ser um Botafogo com muitos desfalques e escalação mexida, que é possível jogar de forma reativa e ser agressivo. Faltou muita agressividade, não teve pretensão de ganhar o jogo, jogou pelo empate. Isso é muito pouco. É totalmente legítimo esperar contra um Fluminense que tem a posse de bola, mas não se pode ter menos de 200 passes, é abdicar do jogo. Abdicou de ganhar do Fluminense e perdeu de forma muito justa, por postura covarde. Não é porque não tinha armas. Mesmo com desfalques, poderia ter feito jogo melhor, minimamente propositivo. Recuou demais. Luís Castro corre risco de regredir se levar essa proposta ao extremo”, destacou.
O Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira (30), para seu primeiro compromisso válido pela oitavas de final da Copa do Brasil, diante do América-MG, na Arena Independência.

Alvinegro deixou o gramado com apenas 20% de posse de bola na partida

Deixe um comentário

Generated by Feedzy